Agende sua consulta.
 
 
 

Técnicas Avançadas em Fertilização In Vitro

  • Home
  • Blog
  • Técnicas Avançadas em Fertilização In Vitro

A Fertilização In Vitro (FIV) é uma técnica de reprodução assistida que consiste na junção laboratorial do óvulo com o espermatozoide. As técnicas desse procedimento envolvem da estimulação ovariana à transferência embrionária, assim como o acompanhamento médico posterior.

Hoje vamos conversar com mais detalhes sobre esse processo e suas possíveis etapas. Continue a leitura para conferir!

Quais são as técnicas da Fertilização In Vitro?

A seguir, vamos comentar de forma resumida os tipos de Fertilização In Vitroe suas técnicas utilizadas aqui na Humanize. Confira!

Fertilização In Vitro (FIV) tradicional

A fertilização in vitro (FIV) é uma técnica avançada de reprodução assistida utilizada para lidar com diversos problemas de fertilidade. Existem diferentes técnicas de FIV, cada uma com suas particularidades. Vamos explorar algumas das principais:

  • Estimulação ovariana: O processo inicia com a estimulação ovariana controlada, onde medicamentos são administrados para aumentar a produção de óvulos. Isso é feito pois mais óvulos significam mais oportunidades para a fertilização bem-sucedida;
  • Aspiração de óvulos: Uma vez que os óvulos atingem a maturidade, eles são removidos dos ovários por meio de uma técnica conhecida como aspiração folicular. Este procedimento é realizado sob orientação ultrassonográfica e, geralmente, é um processo ambulatorial;
  • Coleta de esperma: O esperma é coletado do parceiro ou de um doador. Em alguns casos, pode ser necessário realizar uma injeção intracitoplasmática de espermatozoides (ICSI), onde um único espermatozoide é injetado diretamente no óvulo para facilitar a fertilização;
  • Fertilização: Os óvulos e os espermatozoides são combinados em laboratório, permitindo que a fertilização ocorra. Este estágio é monitorado cuidadosamente para avaliar o desenvolvimento embrionário;
  • Cultura embrionária: Os embriões resultantes são cultivados por alguns dias antes de serem transferidos para o útero da mulher. Durante esse período, os embriões são observados quanto à sua qualidade e desenvolvimento;
  • Transferência: Um ou mais embriões são selecionados e transferidos para o útero. Esse procedimento é relativamente simples e geralmente não requer anestesia;
  • Congelamento de embriões: Em alguns casos, embriões excedentes podem ser congelados para uso futuro. Isso permite que o casal tenha a opção de tentar novamente sem passar por todo o processo de FIV;
  • Pré-implantação genética: Em situações em que há risco de doenças genéticas, os embriões podem ser submetidos a testes genéticos antes da transferência. Isso permite a seleção de embriões saudáveis, o que contribui para as chances de uma gravidez bem-sucedida;
  • Monitoramento hormonal: Durante todo o processo, os níveis hormonais da mulher são cuidadosamente monitorados para favorecer que o ambiente uterino seja favorável à implantação do embrião;
  • Acompanhamento pós-transferência: Após a transferência embrionária, a mulher passa por um período de observação, e testes de gravidez são realizados para determinar se a FIV foi bem-sucedida. Se sim, será importante manter o acompanhamento médico durante a gestação.

Essas técnicas de FIV oferecem esperança a casais que enfrentam desafios reprodutivos. No entanto, é importante notar que podem ser necessárias diferentes tentativas e o sucesso da FIV pode variar. 

Além disso, o acompanhamento médico adequado e o apoio emocional são fundamentais para aqueles que optam por seguir esse caminho.

Mini Fertilização In Vitro

A Mini-FIV é uma técnica desenvolvida pelo médico japonês Osmau Kato e tem como premissa que poucos óvulos são suficientes para produzir embriões de boa qualidade para a fertilização, usando menos medicamentos hormonais na fase de estimulação ovariana.

Consulte os profissionais da Humanize Health para saber se a Mini Fiv é indicada para você.

Quais considerações são importantes sobre resultados da Fertilização In Vitro?

As chances de a fertilização in vitro darem certo estão ligadas com a idade da mulher, número de óvulos coletados, reserva ovariana e causas que levaram à infertilidade.

A Fertilização in Vitro aumenta o risco de gestações múltiplas (gêmeos, trigêmeos e até mais crianças) devido a potencialização dos óvulos produzidos durante o ciclo menstrual. 

No entanto, o Conselho Federal de Medicina estabeleceu algumas regras para determinar o número limitado de embriões que podem ser transferidos, reduzindo assim a possibilidade de gravidez múltipla.

Em resumo, a Fertilização In Vitro é uma técnica considerada diante de diferentes desafios reprodutivos. É importante conversar sobre a sua indicação em cada caso com um profissional qualificado, entendendo as técnicas e recomendações para você.

Esperamos que o conteúdo tenha ajudado. Para agendar uma consulta, você pode entrar em contato pelo WhatsApp!

Leia também:

O que é Endometriose? Leia e entenda!

Sintomas da Endometriose na Bexiga

Pronto para conhecer os tratamentos e serviços
inovadores oferecidos pela Humanize Health?

Conheça a Dra. Gessiane Pereira

Formação

Nutricionista formada pela Universidade paulista – Sp
Pós graduação em nutrição esportiva, estética e saúde da mulher

Área de atuação


Atuo nas áreas esportiva e saúde da mulher.

Propósito

Mais do que apenas cuidar da alimentação, o profissional da nutrição precisa atuar na área do bem-estar e saúde, de forma leve, paciente e acolhedora, com comida de verdade e muito amor. É nisso que acredito e é assim que trabalho com meus pacientes!

Conheça a Dra. Gessiane Pereira

Formação

Nutricionista formada pela Universidade paulista – Sp
Pós graduação em nutrição esportiva, estética e saúde da mulher

Área de atuação


Atuo nas áreas esportiva e saúde da mulher.

Propósito

Mais do que apenas cuidar da alimentação, o profissional da nutrição precisa atuar na área do bem-estar e saúde, de forma leve, paciente e acolhedora, com comida de verdade e muito amor. É nisso que acredito e é assim que trabalho com meus pacientes!

Conheça o Dr. Thiago Nóbrega

Formação

Graduado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba (FCMPB).

Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Especialista em Endocrinologia Ginecológica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP).

Especialista em Reprodução Humana pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP).

Principais áreas de atuação:

– Doenças endócrino-ginecológicas: Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP), irregularidade ou ausência da menstruação
– Contracepção (DIUs e Implante)
– Climatério e Menopausa
– Reposição Hormonal
– Reprodução Humana

Propósito

Contribuir para disseminação de informações e soluções para preservação da fertilidade, desmistificando tabus e preconceitos, permitindo melhor programação do futuro reprodutivo.

Ajudar pessoas com dificuldade de engravidar na caminhada desafiadora da infertilidade, de forma humana e empática, baseado nos pilares das melhores evidências científicas atuais.

Viabilizar para diversos grupos e modelos familiares, através da doação de gametas ou cessão uterina, o exercício da parentalidade e do amor genuíno.

Cuidar da saúde da mulher na transição entre a fase reprodutiva e não reprodutiva, momento repleto de desafios físicos e emocionais, atento à medicina baseada em evidências, que tem consolidado a Terapia Hormonal como ferramenta importante na manutenção do bem estar e da saúde óssea e cardiovascular da mulher no pós-menopausa.